A Subjetividade de Um Olhar

quinta-feira, 1 de maio de 2008

A visão é o sentido que mais possui diferentes opiniões e distorções, talvez por possuir três diferentes vertentes: o olhar, o ver e o enxergar. Estes diferentes campos da visão - coordenados entre si - possuem uma relação de existência, porém têm independentemente seus significados.

O campo do olhar pertence a todos que por pura e simplesmente possuem esse sentido; o campo de ver implica a visão como algo para ser avistado, reconhecido, e distinguido; já o campo de enxergar nos exige muito mais que uma olhadela. Enxergar é ir além do que está explícito, é analisar os detalhes com atenção, e por em contraste a sensibilidade. Os cegos não conseguem olhar, nem ver, mas eles conseguem enxergar, pois o desenvolvimento de suas outras faculdades os fazem ter uma boa percepção.

Há quem acredite que “os olhos são o espelho da alma”, como uma máquina fotográfica, onde o objeto do lado de fora aparece, refletindo o que há em seu interior; Tal afirmação é intrigante: mas como é possível olhar a alma de cegos? E como eles olham nossas almas? Como um ator consegue passar tanto realismo em suas cenas? É insensível dissecar algo por partes, não é possível perceber o estado emocional ou físico de alguém pelo olhar de tal pessoa, e sim um conjunto de elementos que o compõe.

Enxergar é algo muito complicado, e o observador é quem decide seu foco de visão. O que para muitos é Arte Abstrata, para os mais conversadores – de obras verossímeis – é denominado como um “acidente” com as tintas, pois não conseguem enxergar arte nessas obras, deixando expressa a subjetividade de um olhar.

13 escritos:

Jéssica Bittencourt disse...

eu preciso dizer que tá ótimo?
preciso dizer?
se precisar...

Tá ótimo!
amei!
eu queria escrever assim como tu escreves!

sæglópur disse...

antes a audição do que a visão! ; )
tenh crtz disso

naironbotao disse...

essa foi a tua redação?
caramba ficou boa , )
no dia que a gente falou sobre esse tema eu pensei mais ou menos pra esse lado
mas tu tem um vocabulário melhor
ushausahs
eu nao leio quase nada ai fica foda!
, )

ps1: me diz quanto tu tirou nessa redaçao.
ps2:nunca mais eu escrevo uma teoria, mil gentes falaram mal!
ps3:um beijo

robertinha disse...

ODEIO ser imparcial. hahahaha
ficou legal :D
depois me ajuda a ser imparcial...

J. Victor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J. Victor disse...

oehueheiuheiuehiehe, :)

os eletróns ficarem excitados é de lascar ! HAHAHAHA

Eu sempre 'enxergo', acho (ou pelo menos tento). E sou péssimo com 'mínimos detalhes', apesar de uma memória fotográfica, mas, isso tá no meu sangue, né. HE :)

Tu és amiga de Roberta, não ? iuahiau

:*

ps: fotos do Google são toscas, ha ! :)

Solitude disse...

Deve ser o clima...
Todos estão se superando!
Gostei, muito bom mesmo!
=*

Charlatões disse...

voltar? pra quê se existe uma estrada enorme pela frente?

dó sem ré! ; )

Glaucs. disse...

As vezes, eu creio que enxergar é um ato involuntário dependendo do observador, nem todas as pessoas estão haptas a enxergar determinadas situações.

Borges Júnior disse...

isso me lembrou uma música
me lembra depois de te mandar ela..

mas concordo ali, antes a audição que a visão

=**

Fanfarrão disse...

"O pior cego é aquele que não quer enxergar"

e tem muito mais cego que enxerga bem mais do que aquele que tem uma visão perfeita. Nunca conseguir entender isso.

Victória Santini disse...

Não veja, enxergue!

Vi ,) disse...

Apesar de serem ótimos representantes, os atores depositam caracteristicas únicas em seus personagens o que faz com que eu acredite na teoria do espelho.
Ah e eu vou ter que confessar que pra mim, aquelas artes abstratas são mesmo um acidente com as tintas ou ainda, uma brincadeira entre crianças.

Po, ficou legalzão.