Bicho besta

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Meninas, garotas, mulheres. A primeira coisa que você tem que entender é: não tente entendê-las, nem elas mesmas se entendem quanto mais vocês, homens. Mulheres são estranhas, complexas, e complexadas, fúteis, às vezes traiçoeiras, invejosas, ciumentas, mas mesmo assim sem elas vocês não vivem, homens (exceto os homossexuais). E que qualquer coisa, mísera que seja, já é motivo de uma fuziladora troca de olhares, como por exemplo, o fato de um garoto ter parado de ficar com uma garota pra ficar com outra, já é motivo de duas rixas, a primeira é a da garota que foi trocada, e a outra é a das amigas da garota que foi trocada, foda não?

É por isso que eu prefiro os homens, não me levem à mal, vocês que se dizem minhas amigas, mas é que os homens são mais legais. Talvez a magia de uma amizade entre o homem e uma mulher é de que ambos tentam entender o sexo oposto. Os meninos são mais fugaz, mais perspicaz que as meninas, bem, a maioria. Talvez eu seja diferente, ás vezes eu deixo meu ego masculino falar mais alto, até para tentar entendê-los, talvez isso explique a numerosidade de amigos que tenho. Mas há o lado ruim dessa amizade. Descobri que as meninas confiam piamente em uma amizade envolvendo só ‘sentimento de amigo’, mas a maioria dos meninos que tem amigas, ou têm algum interesse nela, ou começam a gostar, mas é claro que há suas exceções.
Aprendi que as meninas brigam ou não se gostam por dois motivos: homens e dinheiro. Seja pelo belo carro, seja pela bela casa, seja pelo bom emprego, seja por dever, o dinheiro ta envolvido em tudo isso. Mas, o homem é algo que se conquista (ou não). Casa, carro, emprego, com esforço, estudo ou um pai rico você consegue. Homem não, se eles já têm alguém, e você o quer, é muito mais difícil, principalmente se os sentimentos não forem recíprocos. E a capacidade que as mulheres têm de brigarem por causa de vocês, homens, é grande, além dos ciúmes sem razão, inventei 3 tipos de ciúmes, que se dividem em duas partes.

A primeira parte é do o “ciúme póstumo” que é aquele ciúme que as mulheres têm pela falecida mulher do seu marido, que ta quieta, lá na dela, e mesmo assim têm ciúme. Há também o “ciúme do passado” que é aquele ciúme de uma mulher que já passou pela vida do homem e mesmo assim sente ciúme, às vezes com razão, eu entendo, mas às vezes a pessoa já ta casada e com filhos, mas vem o “ciúme do passado” atormentar. A segunda parte é o “ciúme antecipado”, que talvez seja o mais comum, que é aquele ciúme que o homem não teve nada com a mulher, (talvez só haja uma troca de olhares), que é motivo das brigas de vários casais.

Talvez você, mulher, que tenha se identificado, não se preocupe o ciúme da mulher é algo totalmente normal, e racional. Vou Explicar, comparemos humanos á animais, no mundo animal, a fêmea só serve para procriação, e ela não sente ciúmes vamos supor, de um único galo que tem no galinheiro. Ou seja, se a mulher não sentisse desejo, e só servisse para ter filhos, ou saciar o desejo dos homens, ela estaria se comportando como os animais irracionais, mas não é assim, ela “luta” pelo que é seu, pelo futuro ou pai de seus filhos. Já o ciúme do homem é algo mais relacionado com o sexo, e mais irracional também. O homem pode ter ciúme até de uma prostituta que acabara de fazer sexo e que achou um novo cliente. Bicho besta.
Mas afinal, “quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração, e quem irá dizer que não existe razão?”. Vai saber...

2 escritos:

lais s. disse...

eu também prefiro amigos homens.
adorei seus textos, (:

:* prazer

Victória Santini disse...

Amei demaaais!
Muito bom meesmo!
heuheuheueh
Beijinhos, Mayara Medinho :)